Robots Colaborativos

Um conceito em evolução

Não passou muito tempo desde o nascimento dos robots colaborativos. Mas num curto espaço de tempo, os cobots evoluíram de um produto “conceitual” para um produto “estratégico”. Os fabricantes alteraram gradualmente o paradigma da simples venda de conceitos de “colaboração” ou “segurança” para soluções específicas destinadas a diferentes aplicações e áreas de serviço.

No campo da produção industrial, há grande potencial para substituir parcialmente ou para auxiliar o trabalho manual em processos de:

  • Pick & Place
  • Embalagem
  • Paletização
  • Manipulação de Materiais
  • Inspeção e Testes de Qualidade
  • Aparafusamento
  • Polimento de Superfícies
  • e diversos outros…

Flexibilidade e facilidade de utilização são as principais vantagens competitivas dos robots colaborativos em aplicações industriais.

Aplicações mais comuns

Prevê-se que a manipulação de materiais, a montagem e as tarefas de pick & place continuem a ser os três maiores campos de utilização dos robots colaborativos.

Os processos de assemblagem e de pick & place constituem tarefas que requerem payloads baixos em tarefas repetitivas, requerendo inerentemente maior exatidão e precisão e, eventualmente, um sistema de visão para auxiliar.

Robots SCARA convencionais e robots industriais de 6 eixos de baixas cargas podem por vezes ser também eficazes. As vantagens dos robots colaborativos são um retorno de investimento mais rápido e a capacidade de trabalharem lado a lado com os operadores humanos.

As aplicações de alimentação de máquinas (incluídas na categoria de manipulação de materiais) são uma das principais utilizações de robots colaborativos. Estas aplicações são, por natureza, altamente repetitivas, podendo por vezes apresentar perigos para os humanos e, nesses casos, o uso de cobots é altamente vantajoso.


Serviços Complet​os​ EUROPNEUMAQ